O RACISMO CONTRA OS AFRICANOS
PRATICADO PELA MAIOR POPULAÇÃO PORTUGUESA EM UMA TRISTE REALIDADE

Em Portugal, o racismo configura um crime conforme o código penal português, sendo uma circunstância de agravo importante como móbil de um crime.

Por Moussa Garcia
Midianews Maka Mavulo
Jornalista De Investigação
25 / 01 / 2020

No entanto, poucos são os relatórios e as estatísticas acerca da situação em Portugal no que concerne à discriminação racial, apesar de haver registo de alguns casos de violência na história recente do país.

Segundo relatório da União Europeia, de 2018, entre 12 países europeus analisados, Portugal foi o país que apresentou as menores taxas de violência e de vitimização motivadas por racismo.

A população portuguesa, embora bastante homogénea, é também composta por algumas minorias, tais como as minorias Africana e Rom. Devido ao passado expansivo de Portugal, há muito que o país lida com diferenças culturais, étnicas e religiosas, entre outras. Nas colónias portuguesas não vigoravam políticas oficiais de segregação ou de não-miscigenação, o que indica alguma tolerância a diferentes realidades.

Desde a década de 1980 que Portugal assiste a uma vaga migratória para seu território, principalmente de África, da América do Sul e da Europa de Leste. Devido a alguma mão-de-obra barata e/ou ilegal, há uma tendência para generalizar e associar as populações de imigrantes à criminalidade.

Segundo um estudo, os negros, os brasileiros e os ciganos são as maiores vítimas do racismo em Portugal.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2735238599898136&id=2206054996149835

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *