João Baptista Borges e familiares faturaram mais de 19 milhões de dólares em contratos públicos

 

João Baptista Borges e seus familiares faturaram mais de 19 milhões de dólares em contratos públicos 10 de Janeiro, 2021 Ministro de Energias e Águas, João Baptista Borges e seus familiares, um filho e um sobrinho, faturaram mais de 19 milhões de dólares em contratos públicos, revelou a imprensa base em documentos obtidos do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigação A que a Boxinvest, uma empresa do sobrinho do ministro, Ricardo Borges e do filho Fábio Jorge Cabral Borges, registada nas Ilhas Virgens Britânicas e no Dubai, beneficiou de um contrato no valor de 19 milhões de dólares (16 milhões de euros), para prestação de serviço de consultoria no projeto de construção da Central do Ciclo Combinado do Soyo, orçado em 900 milhões de dólares. A imprensa revela, que embora João Baptista Borges não tenha assinado diretamente nenhum contrato com a empresa do sobrinho e do filho, o mesmo foi feito através da CMEC, empresa chinesa a quem o governo atribui o contrato para a construção da Central do Soyo. A CMEC, por sua vez, assinou o contrato com a Boxinvest, uma construção indireta, muito usada, com vista a despistar as autoridades. O signatário por parte da Boxinvest foi Fábio Jorge Cabral Borges, filho do ministro João Baptista Borges. No entanto, com vista a despistar as autoridades, o filho do ministro não usou o seu nome completo, tendo assinado apenas como Fábio Jorge Cabral, revela a reportagem. O pagamento foi feito no Dubai para, provavelmente, facilitar a transferência do dinheiro para outras contas offshore dos familiares do ministro http://www.makamavulonews.com

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *