O ex- presidente angolano José Eduardo dos Santos, é uma outra emblema histórica na libertação e exploração dos povos Africanos do neocolonialismo.

Eles propunham a unidade política de toda a África e o reagrupamento das diferentes etnias, divididas pelas imposições dos colonizadores. Valorizavam a realização de cultos aos ancestrais e defendiam a ampliação do uso das línguas e dialetos africanos, proibidos ou limitados pelos colonizadores. Em outras palavras, o pan-africanismo é um movimento político, filosófico e social que promove a defesa dos direitos do povo africano e da unidade do continente africano no âmbito de um único Estado soberano, para todos os africanos, tanto na África como em diáspora. O representante da UPAM no médio oriente Ngonga Muginga, enfatizou que apesar da independência angolana anunciada num clima menos abonatório, a situação foi forjada pelo partido governante. Rd Ngonga Muginga Ngonga Muginga considera nota negativa, a democratização do país, levando-o numa guerra civil durante 16 anos de luta armada. Rd Ngonga Muginga Por outro lado o representante da UPAM na Europa e no médio Oriente, destaca Jona Savimbi como membro integrante da história do continente Africano e a Angola. O és presidente angolano José Eduardo dos Santos, é uma outra emblema histórica na libertação e exploração dos povos   Africanos do neocolonialismo. O outro ponto de vista era dos que afirmavam que os descendentes dos escravos deviam permanecer na América e que inclusive tinham que ser capazes de uma subsistência independente. Mas, entre os mais acirrados abolicionista, não se acreditava que a raça negra e a raça branca podiam viver no mesmo espaço e prosperar sem um perpétuo conflito. Foi levado em consideração e pensado pelas próprias pessoas negras que, de uma forma ou de outra, seriam exploradas pelo sistema do homem branco, enquanto não tivessem a sua própria pátria. O elevado custo de envio de tantas pessoas para a África, fez com que a a segunda opção prevalecesse

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *