Desalojados aproveitam «deslize» de Dino Matrosse e exigem perda de mandato de deputado Histórico político do MPLA

 Desalojados aproveitam «deslize» de Dino Matrosse e exigem perda de mandato de deputado Histórico político do MPLA terá sido «apanhado» em incompatibilidade no processo de disputa por parcelas de terra a Sul de Luanda.

Fonte Lil Pasta News 

15/01/2021

 Carta a solicitar pedido de perda de mandato de deputado já entregue à Assembleia Nacional. Dino Matrosse nega-se a prestar declarações, enquanto o seu advogado fala em campanha de pessoalização, com o intuito de tirar dividendos políticos Os camponeses litigantes no mediático e já longo caso de briga por terras no Lar do Patriota, a Sul da capital do País, «flagraram» um «deslize» no relatório de sentença da providência cautelar para «cavar» um «golpe» contra Julião Mateus Paulo «Dino Matrosse»:0 documento, lavrado na Sala Cível e Administrativo do Tribunal Provincial de Luanda, coloca o histórico do MPLA como representante do grupo empresarial DJJ- Empreendimentos Lda e fez soar o alarme da incompatibilidade com o cargo de deputado. A Assembleia Nacional já foi notificada do incidente, apurou o Novo Jornal de fonte documental. É logo no primeiro parágrafo de um relatório de oito páginas em que se encontra a informação que poderá colocar em xeque o mandato de deputado do ex-secretário-geral do partido dos camaradas: “Vieram a FLP – Lar do Patriota, localizada na rua 24, 107, na Urbanização Harmonia Lar Patriota,

Talatona, representada por Jorge Inácio Chinquengue; Empresa DJJ – Empreendimentos Lda., com sede em Luanda, representada por Julião Mateus Paulo…”, lê-se no documento, datado de 10 de Novembro de 2020. A sentença refere-se a uma providência cautelar interposta por um grupo de empresas e cidadãos que prosseguem os mesmos fins de Dino Matrosse, contra os camponeses da Associação Anandengue no litígio por vários hectares de terras, que já dura há quase duas décadas. Entretanto, o que o veterano político não teria imaginado é que este documento, que lhe abriu as portas à restituição de terras que se encontravam em posse dos camponeses, na agitada tarde de 02 de Dezembro de 2020, é que o mesmo fosse usado contra si, para colocar em causa a sua condição de deputado à Assembleia Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *