Riqunho cria á falsa Dívida de 25 milhões de dólares que deseja arrancar no governo Angolano

Intenção de Riquinho para burlar o governo Angolano alerta do Jurista Alfredo Nogueira Paulo

Por Gonçalves Trindade 

Luanda 28/01/2021

A forma de aquisição do Hotel Centro de convenções do Talatona, segundo a carta de Riquinho que foi divulgada  nas redes sociais pelo mesmo, seria uma conciliação de contas através de uma alegada dívida que o empresário diz que a Sonangol possui com a sua empresa na ordem dos 3 milhões de dólares, que 11 anos depois, acrescido de juros, ela está estimada em 25 milhões de dólares. Riquinho justifica também sua decisão e pedido de direito de preferência, pelos longos anos que o mesmo trabalhou em prol da cultura e hotelaria angolana, o jurista Alfredo Nogueira Paulo,este membro do MPLA o Riquinho manifesta a sua intenção,o Jurista  informou que os cidadãos não devem vir com mentiras para atingir certos objectivos. “Não é assim que as coisas funcionam”foram as práticas no tempo do José Eduardo dos Santos hoje estamos vivendo na legalidade os tempos da anarquia faz parte de um passado triste, disse o jurista, lembrando que o país possui leis de privatizações de empresas e elas devem ser devidamente respeitadas. Embora reconhece que Riquinho tem vindo a queixar-se, desde à era do ex-Presidente José Eduardo dos Santos não existe um documento oficial do governo anterior confirmando a tal dívida, uma suposta dívida do Estado à sua empresa, mas o jurista aconselha o reclamante a saber quais são os procedimentos a se cumprir, antes de atingir seus interesses,Makamavulonews teve informações junto do arquivo do ministério das Finanças onde foi informado não havendo qualquer documento autenticado pelo ministério referente a dívida entre a Sonangol e o Riquinho,nos corredores do ministério á rumores que o mesmo tem dívida com o banco do governo , que fez a sua fortuna com o beneplácito do MPLA onde o mesmo é membro 

Notícias em desenvolvimento…

 fonte www.makamavulonews.com

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *