JORNAL FACTOS DE ANGOLA AFRICANA Blaise Compaoré vai ser julgado pelo assassinato de Thomas Sankara

Blaise Compaoré vai ser julgado pelo assassinato de Thomas Sankara

Blaise Compaoré vai ser julgado pelo assassinato de Thomas Sankara

  O ex-Presidente exilado do Burkina Faso, Blaise Compaoré ,  será julgado pelo assassinato do homem que ele destituiu num golpe de 1987, Thomas Sankara, disseram os seus advogados à CNN ANGOLA, nesta terça-feira.

 O caso foi encaminhado para o tribunal militar de Ouagadougou após a confirmação das acusações contra Compaoré e os outros principais supostos autores, 34 anos após a morte da figura de culto, muitas vezes chamado de Che Guevara africano.


  Thomas Sankara, defensor do Pan-Africanismo, havia tomado o poder do então Alto Volta, actual Burkina Faso, em 1983 por via de um golpe militar, com a ajuda de Blaise Compaoré, seu amigo e companheiro de luta.

 No primeiro aniversário do golpe que o levou ao poder, Sankara mudou o nome do país de Alto Volta para Burkina Faso, que significa aproximadamente “terra de pessoas íntegras” em Mossi e Dyula, as duas línguas nacionais mais faladas do país.

  Apesar dos grandes avanços que foram feitos, havia uma divergência crescente no país, em parte por causa dos problemas económicos e da oposição dos sectores tradicionais a algumas das políticas sociais mais progressistas de Sankara. A Administração dele perdeu gradualmente o apoio popular e o conflito interno dentro do governo dele também cresceu. Em 15 de Outubro de 1987, Sankara foi assassinado num golpe liderado por Blaise Compaoré e dois outros.

Por Moussa Garcia

investigative journalist 13 Abril,2021

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Post