PGR de Angola diz não ter recebido qualquer lista contra fortunas de angolanos em Portugal

 O magistrado do Ministério Público admitiu, no entanto, que a instituição tem tido “cooperação e colaboração pontual com as autoridades portuguesas em processos específicos” e afirmou ainda ser “frequente” o envio de quadros a Portugal e a outros países “no âmbito da aludida cooperação”.

Pita Grós reagia à notícia veiculada pelo jornal Correio da Manhã e pela cadeia televisiva TVI, ambos de Portugal, que revelou que Isabel dos Santos, Welwitschia “Tchizé” dos Santos e José Filomeno (Zenu) dos Santos, filhos do antigo Presidente, e dirigentes próximos de José Eduardo dos Santos integram a lista.

Fonte VOA

27 Abril,2021


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *