Toda riqueza pertence a um grupo restrito de Corruptos ligados ao ex-presidente José Eduardo dos Santos, e o povo, que se vire.


 Temos no país, um «retrato» de muitos grupos privados que proliferam as finanças de estado em comissões avultados, esbanjamento, desvios de bilhões de dólares, saques sem controle e corrupção excessivo na boleia do «boom» económico e da intenção confessa do Governo de favorecer com o erário publico a sua elite, na criação de grupos privados nacionais e a sua entrada em sectores estratégicos como a banca, petróleos ou os diamantes, que ilustra a importância do lóbi político e a «apetência» dos investidores estrangeiros para formarem sociedades com figuras políticas do regime e seus familiares, tudo pertence um grupo restrito de personalidades ligados ao ex-presidente José Eduardo dos Santos, e o povo, que se vire.

Fonte: CNN ANGOLA 
03 Maio,2021
Mesmo falidos, estamos numa grande batalha para a criação de um grande grupo empresarial e um banco em Cabinda, o regime esta a limitar-me os passos e isso me enfurece.
Temos um pequeno retrato dos grupos privados e financeiros mais «badalados» em luanda, com alianças sombrias com dignatários do poder, os peixes graúdo que usam os fundos de estado a seu belo prazer deixando milhiões sem nada, controlando empresas estatais e criando instituições privadas tais como;

a) – GRUPO VIP S.A, Este grupo é gerido pelo cidadão Angolano de origem Tunisino, Tal Munir Aly, tendo como sócios, José Leitão, General Kopelipa, General Ndálu e
 J.Lourenço atual presidente da republica entre outros. O grupo é responsável do “Complexo Comercial Comandante Gika”, que alberga um Vip Hotels de 5 estrelas, no valor de 193 milhões de dólares, Quatro Torres Residenciais, de escritórios e comerciais no valor de 600 milhões de dólares norte americanos.

b) – BANCO ANGOLANO DE NEGÓCIOS E COMÉRCIO (BANC), é propriedade do falecido  Kundi Paihama
c) – BANCO COMERCIAL DE ANGOLA (BCA)
Inclui entre os seus accionistas 3 ex-primeiros-ministros: Lopo do Nascimento, França Van-Dúnem e Marcolino Moco. Salomão Xirimbimbi, Augusto Tomás  e o empresário Jaime Freitas (COSAL, Interauto, Tecnomat) são os outros sócios. Em 2005 vendeu 50% das acções ao Absa Bank, de África do Sul, que por sua vez foi comprado pelo Barclays Bank, do Reino Unido.
d) – CABUTA ORGANIZAÇÕES
«Holding» criado pelo general Higino Carneiro e família.
Actividade: agricultura, agro-indústria, hotelaria, turismo, banca, seguros.
e) – FINANGEST
Entre os accionistas figuram José Pedro de Morais, general Pedro Neto, Kundi Paihama e
 J.Lourenço atual presidente da republica  
Actividade: jogos e lotarias, edição discográfica, transportes, serviços, construção, «import-export», seguros, segurança.
f) – GRUPO ARMINDO CÉSAR & FILHOS
No começo esteve a Maboque, empresa especializada em restauração, hotelaria e «catering». Diz-se que conta entre os seus accionistas com membros da família do Ex-Presidente Eduardo dos Santos e uma plêiade de generais. Mas nos últimos  anos o grupo cresceu e multiplicou-se.
Actividade: as anteriores, mais pescas (captura e comercialização), hotelaria e turismo, imobiliário, comércio (hipermercado Interpark), formação profissional e serviços.
g) – GRUPO SONANGOL; Propriedade do estado e sob controle total de Manuel Vicente, Isabel dos Santos e José Filomeno dos Santos. Este grupo tem serviço como banco investidor nos negocios particulares da elite angolana e seus familiares.
h) – GRUPO DUCARD; de General Kopelipa, Frederico Cardoso e Lourenço Duarte. Tem como actividade, serviços de segurança, aviação, gestão informática das eleições e das instituições de estado.
i) – GRUPO BARTOLOMEU DIAS, de Bartolomeu Dias,Lopo de Nascimento 
 J.Lourenço atual presidente da republica e Tem como serviços, segurança, Industria, Comercio, Banca, Aviação e serviços.
j) – GRUPO ANTÓNIO MOSQUITO, de António Mosquito, Isabel dos Santos e António Freitas. O Grupo representa a Volkswagen em Angola e esta no ramo dos petróleos, Banca, Comercio e no ramo imobiliário.
k) – MOVICEL; Isabel dos Santos, Tchizé dos Santos, Corion Dú e José Filomeno dos Santos
l) – ALFÂNDEGAS DE ANGOLA; Isabel dos Santos e General Kopelipa
m) – NOVA CIMANGOLA; Isabel dos Santos e o falecido esposo S.Dokolo
n) – ENDIAMA; Isabel dos Santos, José Filomeno dos Santos e Tchizé dos Santos
o) – COCA COLA; Isabel dos Santos e General Kopelipa
p) – BANCO BNI; Tchizé dos Santos
q) – BANCO ECONÓMICO, General Kopelipa, Isabel dos Santos, José Filomeno dos Santos e General Dino. A Sonangol adquiriu 60% do BES Angola em 2006 e a GENI de Isabel dos Santos adquiriu 20%, depois de um tempo, a Sonangol vendeu os 60% e emprestou milhiões de dolares a GENI para a compra das mesmas, com a queda do BESA, outros dignatários entraram em cena, criando o Banco Económico.
r) – CIF, ChinaSonangol, Pumangol, Kero, Projecto Angola LNG, Cobalt International Energy, Alper Oil, ZEE, Imogestin SA, Grupo Aquattro Internacional S.A., Sonangol Sinopec International (SSI), de Sam Pa preso na China, Isabel dos Santos, Manuel Domingos Vicente, o Ex-Presidente do Conselho de Administração da Sonangol e Ex- Vice-Presidente da República de Angola, o General Hélder Manuel Viera Dias Júnior “Kopelipa”, Ex-Ministro de Estado e Chefe da Casa de segurança do Presidente da República e General Leopoldino Francisco do Nascimento «Dino»
 J.Lourenço atual presidente da republica, socio admitido em 2016 
s) – BANCO INTERNACIONAL DE CRÉDITO (BIC)
Isabel dos Santos, primogénita do Ex-Presidente Eduardo dos Santos e o empresário português Américo Amorim (25%) são os principais accionistas e já e arrecadou mais de 9.754 milhões de dólares em depósitos ao longo dos anos.
t) – BANCO KEVE S.A, de Higino Carneiro
u) – BANCO BAI; Manuel Vicente, Kopelipa e Isabel dos Santos
v) – BANCO MILLENNIUN e BANCO BFA. A Sonangol havia adquirido em 2006, os 49,9% do capital das duas instituições financeiras a favor de Isabel dos Santos, filho do presidente José Eduardo dos Santos
w) – GRUPO GEMA
Criada por Simão Júnior, o seu actual presidente é José Leitão, ex-chefe da Casa Civil da Presidência. Conta entre os seus accionistas com o jurista Carlos Feijó e António Pitra Neto, Ex-ministro do Emprego e Segurança Social.
Actividade: supermercados, salas de cinema, clínica privada, accionista da Coca-Cola Angola, parcerias com empresas sul-africanas e chinesas.
x) – GRUPO GENI
Empresas dos sectores da banca, petróleo, diamantes e construção, florescem com o «boom» angolano. Nas suas várias ramificações empresariais, Isabel dos Santos é dona da GENI angolana, que por sua vez entrou na estrutura do Banco Espírito Santo Angola (BESA), actual Banco Económico.
O ponto de partida foi a criação da UNITEL (telefonia móvel) em parceria com a Portugal Telecom Isabel Dos Santos atualmente esta de fora deste negocio.
Fundadores: Isabel dos Santos, brigadeiro Leopoldino Fragoso do Nascimento, António Van-Dúnem (ex-secretário do Conselho de Ministros) e Manuel Augusto da Fonseca, do gabinete jurídico da Sonangol. Juntou-se-lhes o empresário franco angolano-brasileiro Pierre Falcone e J.
Lourenço atual presidente da republica.
Actividade: telecomunicações, serviços.
y) – GRUPO GENIUS
Criada pelo falecido general João de Matos (ex-chefe de Estado-Maior-General das FAA) e Mário Pizarro (ex-governador do BNA). A jóia da coroa do grupo é a GEVAL-Angola Joint-Venture com a brasileira Vale do Rio Doce, n.º1 mundial de mineração.
Actividade: minas (diamantes, manganésio, outros).Projectos: electricidade, telecomunicações. Participações: Torres do Carmo (Luanda), Belas Shopping Center
z) – IMPORÁFRICA-IMPORCAR
Faustino Muteka é a figura-de-proa do grupo, a que estão associados capitais de Portugal à Índia. Actividade: construção civil, agricultura, comércio, venda de automóveis, imobiliário.

aa) – MACON
Revolucionou o transporte público em Luanda (autocarros e táxis), proprietarios, Hélder Vieira Dias, brigadeiro Leopoldino Fragoso e Júlio Bessa, ex-ministro das Finanças, em parceria com o brasileiro-Japonês Minoru Dondo são os sócios-fundadores inclusive Ana Paula Dos Santos Ex-primeira Dama.
Actividade: transportes e comércio.

bb) – KINAXIXI SHOPPING CENTER – Isabel dos Santos, Carlos Feijó, Manuel Vicente e Generais Dino e Hélder Vieira Dias (Kopelipa),Isabel Dos Santos foi posta de fora do negocio.

cc) – CAIXA TOTTA – António Mosquito, Isabel dos Santo e General Kopelipa

dd) – BANCO KWANZA INVEST – José Filomeno dos Santos “Zenú”

ee) – GRUPO MIAMOP e MADELENO – Ana Paula dos Santos

ff) – FALCON OIL E GAZ – Isabel dos Santos, António Mosquito e General Kopelipa

gg) -GRUPO MELLO XAVIER
Jorge Mello Xavier, deputado pelo MPLA, deixou de ser «o empresário do regime» mas continua activo, influente e irreverente.
Actividade: construção civil, turismo, hotelaria, bebida, agro-indústria

hh) – GRUPO PECUS; Criada pelo grupo português Tecnocarro, de José Récio, foi vendida aos irmãos António e Luís Faceira.
Actividade: produção e comercialização de carne, sector que lidera.

ii) – GRUPO PRODOIL
Associou-se à Amec Paragon (Houston, EUA). Entre os sócios angolanos citamos Marta dos Santos, irmã mais velha do Ex-Presidente da República.
Actividade: petróleo, gás natural, serviços, hotelaria.

jj) – GRUPO SAGRIPEK
Capital repartido entre um grupo de sócios angolanos (BAI, BPC, Banco Keve, Higino Carneiro, Mello Xavier, irmãos Faceira, Isabel dos Santos) que detém 51%, e um consórcio brasileiro. Actividade: agricultura; pecuária, produção agro-industrial.

kk) – GRUPO AUSTOSTAR – General Kopelipa como cabecário

ll) – BANCO PRIVADO DO ATLÂNTICO – General Kopelipa como cabecário,
 J.Lourenço atual presidente da republica  novo socio admitido em 2016

mm) – GRUPO SOMOIL
Primeira empresa privada angolana a entrar na exploração de petróleo. Criada por Desidério Costa, Alberto de Sousa, Manuel Vicente e 
J.Lourenço atual presidente da republica .
Actividade: petróleo e derivados (lubrificantes). Em 2006, a Sonangol montou uma operação financeira que se destinou a suportar os investimentos na exploração do petróleo no Brasil, nos poços da Baía dos Santos a favor da SOMOIL. O estado arrecadou com os custos a para fins privados, angola é um bom país para milhões de esfomeados.

nn) – GRUPO SUNINVEST
Dirigida por Ismael Diogo, Ex-cônsul de Angola no Rio de Janeiro e presidente da FESA (Fundação Eduardo dos Santos).
Actividade: indústria farmacêutica (parceria com o Laboratório Teuto do Brasil), transportes urbanos, recolha de lixo (Luanda), comércio.
pp) – SEGURANÇA
As empresas de segurança merecem ser tratadas separadamente, pois foi por esta via que muitos generais se estrearam nos negócios e adquiriram o capital que lhes permitiu mais altos voos. São agora às centenas, mais ou menos sofisticadas, e fornecem todo o tipo de serviços, desde a segurança de instalações a escoltas pessoais, transportes de fundos e instalação de sistemas de vigilância, entre as mais eleitas, constam;

qq) – ANGO SEGU
Empresa pioneira na segurança industrial. Tem como fundadores os generais Fernando Garcia Miala, José Maria e Santana André Pitra (Petroff),

rr) – ALFA 5
Criada pelo falecido general João de Matos e outros oficiais generais. Controla 50% da segurança das grandes áreas de exploração de diamantes.

ss) – TELESERVICE
Monopólio da segurança dos campos petrolíferos. Os seus fundadores foram os generais João de Matos, França Ndalu, Armando da Cruz Neto, os irmãos Luís e António Faceira e Hendrick Vaal Neto, 
J.Lourenço atual presidente da republica. Participações na Air Gemini, Companhia do Lumanhe (diamantes) com a Escom, ligada ao ex-Grupo Espírito Santo.

tt) – COPEBE
Criada por Pedro Hendrick Vaal Neto (ex-ministro da comunicação social), Roberto Leal Monteiro «Ngongo» e Nelson Cosme.

uu) – PORSCHE ANGOLA.
O mais rápido de todos os carros alemâes, chegou a angola a meses atráz pela mão do antigo chefe do Estado Maior-General das FAA, Agostinho Nelumba Sanjar. O mais rápido de todos os carros alemães, chegou a angola a meses atras pela mão do antigo chefe do Estado Maior-General das FAA, Agostinho Nelumba Sanjar, que teria adquirido as instalações onde funcionava a anos a TV Rádio, na baixa de Luanda. Sanjar tinha decidido avançar com a ideia da Porsche, após uma aturada reflexão que levou a ponderar sobre o que diriam algumas pessoas a respeito da origem de fundos para um negócio de representação de uma das marcas mais caras do mundo, que só perde com a Ferrari, da Fiat italiana, o porsche é um mito, um nome associado ao desejo, a tecnologia, a paixão, ao poder financeiro e não só. Um Porsche cayenne turbo, não custa menos de 168 mil euros, um 911-GT3-RS, não custa menos de USD 200.000,00. É de conhecimento de todos que a felicidade e a ligeireza com os membros do regime do mpla e pares, somam e multiplicam os números a cada dia, fica muito fácil para eles e familia, adquirirem esta marca em grandes quantidades. Não foi pelos preços que os porsche ficariam a apanhar poeira no stand, as vezes essa marca chega a angola em grande quantidade e em menos de um mês, somente as moscas ficam na stand, as viaturas voam, ninguém olha pelo preço. Actualmente, vemos em toda parte da cidade de Luanda, muitos cidadãos nacionais e estrangeiros, até os chinocas a se exibirem dessas marcas a custa de um povo pobre e doente, que dorme ao relento e morre a fome.

vv) – SANTORO HOLDING FINANCIAL, a holding de Isabel dos Santos, é um grupo totalmente privado, onde o principal objectivo tem sido fazer investimentos que permitam criar mais riquezas com fundos públicos desviados ao tesouro nacional para o benefício próprio, enquanto milhões de jovens com boas iniciativas, morrem frustrados sem nenhum chance.

ww) – GRUPO ODEBRECHT ANGOLA. Família dos Santos, o clã do poder

xx) – ANGOLA SELLING CORPORATION (Ascorp), de Isabel dos Santos, em 11 Outubro 1999, o governo angolano, chefiado pelo seu pai, promulgou um acordo com essa empresa, a Trans Africa Investment Services (Tais), o Group Goldeberg e Leviev Wellox, para a criação de uma empresa mista de comercialização de diamantes, a , (antigo Conselho de Ministros (2003:1438-9) e a 5 de Outubro de 2004, Isabel dos Santos transferiu a totalidade das suas acções para o nome da mãe e, por essa altura, a Tais já havia mudado de denominação para Iaxonh). Actividade; Prospecção, Pesquisa e Reconhecimento de Diamantes de Kimberlitos do Projecto Muanga, localizado na província da Lunda-Norte

yy) – Di Oro, Sociedade de Negócios Limitada, criada em 2003, é detida integralmente por Tchizé dos Santos (73.34%), o seu esposo, o português Hugo André Nobre Pêgo (16.66%), e o filho cantor do Ex- Chefe de Estado, José Eduardo Paulino dos Santos “Coreon Dú” (10%).

zz) – GRUPO Prodoil, é uma empresa criada a 9 Novembro 2001 pela Marsanto, e com participação simbólica da Prodiaman e Arlindo Fernando da Costa.

aaa) – A Marsanto é uma empresa criada a 17 Dezembro 1996, pelos sobrinhos do Ex-Presidente Edson dos Santos Sousa e Esmeralda dos Santos Sousa, filhos da sua irmã Marta dos Santos, assim como o consorte desta José Pacavira Narciso.

bbb) – Fundo Angolano de Reservas de receitas do petróleo, foi criado ao longo dos anos por José Eduardo dos Santos e seus conselheiros económicos em segredo, sob liderança total dos filhos do Ex-presidente e seus parceiros internacionais. O plano para a criação desse fundo, consistia em receber grandes depósitos dos fundos de receita da venda do petróleo e transformar esses fundos em investimentos privados, alem do fundo soberano atualmente gerida pelo J.
Lourenço atual presidente da republica  .

ccc) – Hotel Intercontinental, é uma unidade hoteleira de três torres ao seu redor e a Luanda Epic Sana que pertencem a um consórcio entre a Sonangol e o Grupo Suninvest, vulgarmente apresentado como “braço direito” da Fundação José Eduardo dos Santos para os investimentos, propriamente subcontrole total de Isabel dos Santos

ddd) FUNDO SOBERANO DE ANGOLA, que gere os fundos de estado para o beneficio da familia presidencial e aliados. O fundo era gerido pelo filho do presidente da republica, José Filomeno dos Santosatualmente gerido pela equipa do 
J.Lourenço atual presidente da republica

Temos o maior grupo de todo o país, a “Corporação Angola em Crescimento”, criado em 1975 e detida por mais de 89% dos cidadãos angolanos que sobrevivem com apenas USD 1 dólar por dia.

Continuaremos na proxima com Ana Dias Lourenço,Bornito Sousa,Luisa Damiao,Paulo Dombolo etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *