França: Cimeira da Economia Africana em Paris

 O presidente francês Emmanuel Macron receberá em Paris na terça-feira quinze líderes africanos, vários altos funcionários europeus e também dez representantes de organizações internacionais para uma cúpula sobre a recuperação da economia na África, muito desacelerada pela pandemia, anunciou a presidência francesa .


O objetivo é criar meios financeiros capazes de reanimar a economia deste continente, que conheceu apenas 130 mil mortes da Covid segundo dados oficiais, mas cujo PIB deve passar pela primeira recessão em 25 anos em 2021, com queda de 2,1% .


O crescimento deverá voltar em 2022, mas a um ritmo mais lento do que o dos países mais desenvolvidos, com risco de “divergência”, sublinha o Eliseu.


Entre os países representados presencialmente estão Angola, Burkina Faso, República Democrática do Congo, Costa do Marfim, Egito, Etiópia, Gana, Mali, Mauritânia, Moçambique, Nigéria, Ruanda, Senegal, Sudão, Togo e Tunísia e, na Europa lado, Itália, Espanha e Portugal, bem como a UE.


Holanda, Alemanha, Japão, Quênia, Tanzânia e África do Sul participarão por videoconferência


Serão convidados a ONU, FMI, OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), OMC (Organização Mundial do Comércio), Banco Mundial e vários bancos públicos internacionais. A China será representada por um alto funcionário que ainda não foi especificado.


No dia anterior a esta cúpula, o Sr. Macron também convocou uma conferência para apoiar a transição no Sudão, durante a qual o reescalonamento de sua dívida com seus principais doadores deve ser estudado.

Por Moussa Garcia

16 Maio,2021

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *