Os militares israelenses têm bombardeado a Faixa de Gaza por mais de uma semana, lançando ataques contra edifícios residenciais e da mídia, campos de refugiados e importantes infraestruturas.

Os militares israelenses têm bombardeado a Faixa de Gaza por mais de uma semana, lançando ataques contra edifícios residenciais e da mídia, campos de refugiados e importantes infraestruturas.

A maior troca de tiros em anos – provocada por distúrbios em Jerusalém – matou 220 em Gaza, incluindo 63 crianças, e 12 em Israel.

Milhares de cidadãos palestinos de Israel tomaram as ruas em cidades, vilarejos e no que são conhecidas como cidades “mistas” – para afirmar sua identidade e seus direitos.

A ONU pediu o fim da violência “totalmente terrível”, mas uma reunião do Conselho de Segurança resultou em pouca ação, com os EUA bloqueando uma declaração condenando as ações de Israel.
 Por Mohammad Bashir

19 Maio,2021

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *