FLEC mata dois militares angolanos com ajuda da tropa do Congo


 Dois efectivos das Forças Armadas foram mortos numa emboscada da FLEC, em Cabinda, lê-se na nota enviada a Midianewsgrupo.

Segundo a nota durante a perseguição a tropa congolesa protegeu os sete militares do braço armado da FLEC disparando contra a tropa angolana que não respondeu.

“O Presidente angolano, João Lourenço, intensificou perigosamente as provocações no território de Cabinda e campos refugiados cabindenses, nos dois Congos”, salienta o documento, classificando a atitude como “inaceitável” e avisando que a espiral de violência não tem parado de aumentar.

O governo de Cabinda no Exilio na voz do presidente Antonio Luis Lopes reafirmou o seu apelo à comunidade internacional para resolver o conflito naquele territorio, geograficamente separada do resto da republica de Angola  país  delimitado pela República do Congo, República Democrática do Congo (RDC) e Oceano Atlântico.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *