Cabinda Chave De Ouro

 

Cabinda Chave De Ouro

RECURSOS MINERAIS EXPLORADOS EM CABINDA NÃO ESTÃO A BENEFICIAR O POVO LOCAL

O Presidente da CASA-CE, Manuel Fernandes, afirmou hoje, que os recursos minerais explorados em Cabinda, em dimensões incalculáveis, como a madeira e o ouro no Belize e Buco Zau, não estão a beneficiar o povo local.

Como evidência, o Líder da CASA-CE apontou o dedo indicador à triste e dura realidade social do povo de Cabinda, tendo como referência constrangedora os mais de 2 km² percorridos todos os dias úteis na semana por crianças e adolescentes para irem à escola, nas vizinhas Repúblicas do Congo Brazaville e do Congo Democrático.

Para Manuel Manuel, a província de Cabinda bonita e desenvolvida que aparece nos ecrãs da televisão não corresponde com a realidade. “O desenvolvimento de qualquer sociedade deve-se medir na mesa de cada família,” sublinhou o também membro do Conselho da República.

Na sua primeira aparição em Cabinda, às vestas de Presidente da CASA-CE, Manuel Fernandes que falava na tarde deste sábado, 30, no largo do mercado do São Pedro, em acto político de massas, disse que os governantes em Angola não olham para os verdadeiros problemas do povo, porque se limitam a resolver as preocupações do povo com base em relatórios.

Diante de uma grande moldura humana concentrada no mercado do São Pedro, o número 1 da CASA-CE apelou ao povo de Cabinda para o voto na alternância política em agosto de 2022, o único caminho para a mudança do contexto em Angola.

Acompanhado de perto pelos Vice-presidentes Sikonda Lulendo Alexandre e Abreu Bernardo, e por altos dirigentes dos órgãos centrais da Coligação, Manuel Fernandes apelou ao governo no sentido de se abrir para o diálogo franco e aberto em prol da resolução dos reais problemas de Cabinda, realçando que “o memorando de entendimento para Cabinda não resultou.”

Com 2 assentos parlamentares conquistados no círculo provincial eleitoral de Cabinda, nas eleições gerais de 23 de agosto de 2017, e com uma vasta aceitação no seio da juventude, a CASA-CE é a segunda maior força política em Cabinda, e tem como meta superar os resultados eleitorais alcançados em 2017.

POR ANGOLA E PELOS ANGOLANOS CASA-CE NOVA LIDERANÇA NOVA DINÂMICA PARA SALVAÇÃO DE ANGOLA!

UNIDOS NA DIVERSIDADE RUMO A ALTERNÂNCIA POLÍTICA!

O SECRETARIADO EXECUTIVO NACIONAL PARA INFORMAÇÃO E MARKETING DA CASA-CE, EM LUANDA, AOS 30 DE ABRIL DE 2022.

POR:

JOÃO NAZARÉ.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *