DOSSIER 27 DE MAIO ” FERNANDO DE SOUSA “MEU COMPANHEIRO DE CELA ( F )QUE FALAVA COM A BOCA FECHADA

 

DOSSIER 27 DE MAIO ” FERNANDO DE SOUSA “MEU COMPANHEIRO DE CELA ( F )QUE FALAVA COM A BOCA FECHADA

Era impressionante ver aquele magrito simpático pendurado junto às grades das janelas da nossa famosa.

E tenebrosa cela ( F ) se comunicar com a sua esposa que estava do outro lado do moro da cadeia de São Paulo sem abrir a sua boca .

Ele formava frases completas simplesmente gesticulando os seus dedos das mãos, tudo parecia treinado .

E a sua esposa do outro lado por aí a distância de uns quase 60 metros lhe entendia perfeitamente e no dia da visita lhe trazia tudo que ele tinha pedido sem abrir a sua boca .

Saudades Fernando Sousa !

Um outro companheiro simpático , um bom mestre e professor com quem também aprendi algumas coisas .

Que me serviram e que foram úteis para o meu crescimento e amadurecimento como mais novo do que ele e com menos experiência que tinha.

Se a cadeia para mim também teve um lado positivo se assim se pode dizer .

Mesmo quando a cada dia , minuto e segundo esperava sempre para ser chamado e executado .

Foi o grande privilégio que tive em conhecer e ter vivenciado com tanta gente que nunca fazia daquilo que sabiam e seus conhecimentos um monopólio privado.

Por mais incrível que possa parecer aprendi de tudo um pouco com cada um daqueles tantos companheiros de cadeia e cela que conheci.

Com quem chorei e com quem juntos várias vezes limpamos o sangue salpicado no chão dos outros que regressavam dos interrogatórios totalmente ensanguentados

Fernando Vumby

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *