COMPLEXO DE INFERIORIDADE E INSEGURANÇA TORNA JOÁO CABIDELA INÚTIL

COMPLEXO DE INFERIORIDADE E INSEGURANÇA TORNA JOÁO   CABIDELA  INÚTIL 

João Lourenço , sabe que tirando o poder  que tem em suas mãos graças ao que nós todos sabemos como têm conseguido.

Não vale mesmo mais nada , pois gostaria afirmar-se , ser um capaz , ser  um inteligente , um homem com visão  mas falhou redondamente deu num zero.

Talvez seja porque a dose de alcoolemia ou do tabaco no sangue seja muito elevada , ou se calhar porque lê pouco , nunca se preocupou em cultivar-se e agora deu nisso um autêntico nojo , quando abre a boca .

Assim como acontece com qualquer  um nessas condições incapaz de triunfar por motivos que já expliquei em cima ou também  psicológicos , e vendo a sua auto-estima em risco , torna-se agressivo.

Ser agressivo não é só mandar matar  um camarada seu que ele desconfia .

Poder lhe passar a perna , fazer morrer alguém num acidente  de viação treinado ou gastar uma rajada contra um kwacha ou uma zungueira ,.

Suas palavras também têm se constituído numa verdadeira agressão ao povo angolano .

Quando relativizou por exemplo a fome , quando o povo esperava ouvir dele coisa com coisa e falou de galos , gazelas , caldeiradas , vinhos , putas e saladas.

É devido a sua  incapacidade de vencer e alcançar a superioridade que ele desenvolveu em si , uma orientação hostil e combativa .

Ele é complexado sente-se tão inferior e por isso foge ao debate , como quem diz ; onde vou buscar argumentos para confrontar um tipo desses com a capacidade de um Adalberto ?

E  Essa sua insegurança psicológica traz consigo o medo , e o medo não é boa companheira .

E como todo medroso pressentindo perigosos foge ou ataca , pois assim se percebe porque razão afinal  ele passa a vida atacando seus opositores .

E é exatamente esse seu medo doentio de todos que lhe desafiam para um frente a frente .

Que tem alimentado este ódio que ele tem  contra o Adalberto que contagiou quase todos os seus lambedores como o David Mendes e outros de plantão da TV Zimbo e arredores.

Fernando Vumby

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *