JORNAL FACTOS DE ANGOLA Economia BRIGAS E DISPUTAS POR JES (II) Ana Paula com novo trunfo: Suposta carta de JES a pedir que lhe cuide da saúde

BRIGAS E DISPUTAS POR JES (II) Ana Paula com novo trunfo: Suposta carta de JES a pedir que lhe cuide da saúde

A briga pela guarda do antigo  Presidente  angolano que se encontra em coma em Barcelona – envolvendo as filhas e a esposa Ana Paula dos Santos, apoiada  pelo governo de Angola – 

está a ir para um caminho  idêntico  ao que aconteceu em Outubro de 1998, quando o regime e a UNITA disputaram diante de um tribunal de Joanesburgo pela tutela dos restos mortais de um sobrinho de Savimbi, Arlindo Chenda Pena “Ben Ben”. A única diferença é que em Barcelona não há morto. 

Naquela batalha, que aconteceu em território sul africano,   estava a esposa Matilde Pena, que acompanhou “Ben Ben”, até ao fim e por outro lado  o governo angolano, intercedendo junto do Tribunal Sul Africano dizendo que  “Ben Ben” não tinha uma única esposa, pelo que havia uma outra, senhora  “Maximissa”,  que também tinha uma palavra a dizer. “Maximissa” era  uma jovem  da JMPLA, que  “Ben Ben”, conheceu, no planalto central, quando a UNITA regressou às cidades depois da assinatura dos acordos de paz de Bicesse e que o falecido general, a   levou à Luanda quando foi tomar posse como Vice-Chefe de Estado Maior das FAA.

A esposa Matilde Pena e os pais de “Ben Ben”,  que foram despachados pela direção da UNITA  da Costa do Marfim para Joanesburgo, ganharam  a batalha judicial, e o general foi enterrado num cemitério da África do Sul, conforme vontade de Savimbi  e não em Angola, como era o desejo de Luanda.

Em Barcelona, os  advogados  das filhas  de Eduardo dos Santos  alegam que o casamento de JES, e Ana Paula não foi objecto de acento neste país  europeu, e com isso não é valido, em Espanha. Sendo assim,  a tutela por JES recai para  primogénita Isabel dos Santos. Prevendo possíveis cenários desconfortáveis a volta desta briga, o  regime angolano apresentou ao Centro Teknon de Barcelona, uma  suposta carta dizendo  ser da autoria  de JES a pedir que a esposa Ana Paula dos Santos fosse a pessoa que deveria cuidar dele. Com isso, a clinica   incluiu  o nome de Ana Paula dos Santos ao lado de Isabel dos Santos como as responsáveis únicas do paciente.  

Os advogados das filhas querem apuração sobre a autenticidade da suposta carta atribuída a JES. As filhas tem convicção que a carta não foi escrita pelo pai, porque  nos meses, o ex-PR estava com problemas de musculação e sem poder mover as mãos para escrever ou comer.  Para irritação das filhas, a  clínica de Barcelona  diz que só vai tirar o nome de Ana Paula como responsável de JES mediante de uma ordem do Tribunal. Enquanto não há parecer do tribunal Ana Paula dos Santos e Isabel são as guardiãs de JES. A ex-primeira  dama pode agora entrar e sair quantas vezes quiser da clinica. 

O caso agora já foi remetido para o Tribunal que vai decidir sobre o futuro de JES, e investigar sobre eventuais agendas insensíveis  contra o doente, conforme queixa apresenta. Dada a urgência envolvendo uma vida, o tribunal trabalhou este final de semana.

 Teme-se que  a  seriedade das autoridades angolanas possa  ser posta em causa, caso as investigações do Tribunal de Espanha, venham a detectar   que a assinatura da suposta carta não corresponde ao do homem que governou Angola por 39 anos.

Se for  autentica, ficamos todos  poupados  de um vexame em terras de Franco. 

José Gama

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Post

https://moussagarcia.wixsite.com/mdianewsmakamavulo/blog/a-midianews-maka-mavulo-deseja-uma-quadra-festiva-a-todos-seus-seguidores-e-amigos