Os amigos de Vera Daves continuam a fazer das suas no ministério das finanças: A máfia da empresa TISTECH

 

Os Directores da Direção dos Serviços

 Antifraude, Braulio Rossano Fernades, o auto-intitulado oficial de inteligência e um dos aliados directo do PCA da AGT, da Direcção dos Serviços Aduaneiros, Jeronimo Nunda, sobrinho do General Nunda ex Chefe do Estado Maior das FAA, e a Directora do Gabinete de Tecnologias de Informação, Isabel Café, proveniente do INSS e recemente empossada em prol do amiguismo e intimidade com a ministra das Finanças, estão envolvidos num esquema de corrupção ligada a empresa TISTECH, está que por influência extrema lhe foi atribuído o contrato para  desenvolver um sistema de gestão tributária da AGT, sistema este que desde que foi desenvolvido, não funciona a 100%, e com bastante debilidades funcionais e concepção, pelo facto de esta empresa não dispor de competências técnicas para o efeito. É só lembrar aquando do pagamento do IVM…

Ainda na vigência do ex-PCA, Claudio Paulino dos Santos, o mesmo com base no parecer técnico das áreas e dos especialistas na matéria, decidiu cancelar o contrato de acordo aos riscos de incapacidade técnica apresentada pela empresa no desenvolvimento de um sistema de Gestão de Risco e Inteligência Tributária. 

Está empresa se comprometeu em parceria com stakeholders em desenvolver o referido sistema num valor avaliado em 26 milhões de Dólares e volvido quase 5 anos, a empresa não consegue avançar porque não apresenta qualquer saber na matéria de especialidade. Ou seja, a empresa não sabe o que fazer.

Tendo se deparado com essa situação, a empresa TISTECH, em consonância com o seu parceiro tiveram um encontro adhoc  com o Presidente do Concelho da AGT, José Leiria, que se mostrou flexível a proposta para inversão do processo, em facilitação da empresa para avançar com o projecto, que importa realçar que não sabe a direção para onde caminhar. 

TISTECH

Informações obtidas das nossas fontes dentro da AGT , os directores acima mencionados, detêm em mãos uma proposta da TISTECH, de:

– Braulio Rossano Fernandes -1 milhão e duzentos mil Euros, ou um apartamento em Portugal, mais 700 mil euros;

– Jerónimo Nunda -1 milhão e duzentos mil euros;

– Isabel Café -1 milhão e duzentos Euros;


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *