JORNAL FACTOS DE ANGOLA NACIONAL ANGOLA:Os enfermeiros iniciaram esta segunda-feira, 07, um período de greve geral por tempo indeterminado em todo o País

ANGOLA:Os enfermeiros iniciaram esta segunda-feira, 07, um período de greve geral por tempo indeterminado em todo o País

ANGOLA:Os enfermeiros iniciaram esta segunda-feira, 07, um período de greve geral por tempo indeterminado em todo o País post thumbnail image

Greve dos enfermeiros: Classe paralisa serviços em todo o País a partir de hoje – Governo chama sindicato para negociar

Os enfermeiros iniciaram esta segunda-feira, 07, um período de greve geral por tempo indeterminado em todo o País para exigirem aumento salarial, pagamento de subsídio da covid-19 e melhorias de condições laborais. As áreas como os bancos de urgência, salas de parto, blocos operatórios e cuidados intensivos terão os serviços mínimos salvaguardados, garante o Sindicato Nacional dos Enfermeiros de Angola.

Foto: Cedida

Aconfirmação da greve foi feita esta segunda-feira, pelo secretário-geral do Sindicato Nacional dos Enfermeiros de Angola, Cruz Mateta, que também informou que após o anunciou da greve, a entidade patronal, o Ministério da Saúde, os chamou para iniciar o processo de negociações.

O sindicalista assegurou que dos vários pontos do caderno reivindicativo fazem parte as horas extraordinárias, que, segundo os enfermeiros, são pagas sem critério, beneficiando uns e prejudicando outros, os subsídios de covid-19, a actualização das categorias dos profissionais que aumentaram os seus níveis académicos, muitos à beira da reforma, a implementação dos acordos dos subsídios atribuídos aos profissionais de saúde até 60 por cento e a transição automática de todos os profissionais de enfermagem de 3.ª para a 2.ª classe.

Cruz Mateta explicou que, em Junho deste ano, o Estado aprovou uma lei que regula o aumento de 6% aos trabalhadores, mas muitos enfermeiros da primeira, segunda e terceiras classes não foram abrangidos neste incremento.

Na declaração de greve, a que o Factos de Angola teve acesso, o sindicato informa que os serviços como consultas externas e ambulatórios estarão encerrados em todas as unidades públicas do País.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Post