O ódio de Tchizé dos Santos contra João Lourenço Presidente da República de Angola continua crescendo galopando

O ódio de Tchizé dos Santos contra João Lourenço Presidente da República de Angola

A filha do falecido ex-presidente de Angola José Eduardo Dos Santos,tem vindo a tentar derrubar João Lourenço o actual presidente legitimante eleito em Agosto de 2022,ela esquece-se que João Lourenço Presidente da República de Angola e do MPLA foi eleito para digirir o partido e Angola ocorreu num ambiente pacifico e democraticamente.

A realidade o programa de combate a corrupção e fomento ao enriquecimento ilícito lavagem de dinheiro decisão tomada e assumida pelo Presidente João Lourenço, quebrou a coluna vertebral dos cidadãos que beneficiaram e praticaram tais crimes puníveis tanto a nível nacional como internacional.

O povo Angolano era refem durante quase 40 anos da ditadura corrupta do pai da Tchize Dos Santos.

Isto é mal combater o presidente , porque nós continuamos a ter uma taxa de pobreza muito elevada e a maioria da população a sobreviver em condições extraordinariamente difíceis causada pelo regime da ditatura do pai da Tchize Dos Santos.

Portanto, tudo o que seja no sentido de mitigar a influência nefasta destes desequilíbrios na acumulação e distribuição de rendimentos, é tudo bem vindo.

Evidemente, e essas indicações da postura do Presidente João Lourenço e também de alguns elementos da sua equipa fazem-nos ter alguma esperança, mas nada como o tempo para confirmar se essas expetativas serão atendidas. João Lourenço está a fazer seu segundo de mandato e, naturalmente, nada foi conseguido até agora por questoes do covid 19 e a crise financeira inclusive encontrou os bancos com cofres zerado.

EIS O TEXTO ABAIXO DA TCHIZE DOS SANTOS ABAIXO QUE ELA ESTA A PARTILHAR NAS REDES SOCIAS NESTA SEGUNDA-FERIA 07 DE NOVEMBRO DE 2022

Opinião sobre a polêmica qualidade do ensino e sucessão presidencial em Angola

Existe um áudio a circular sobre a péssima qualidade de ensino e das escolas públicas versus a suposta excelente qualidade de educação dada aos filhos das ditas “elites”, onde o interlocutor diz que as elites dão aos seus filhos a melhor educação e deixam os filhos da maioria da população sem educação de qualidade.
Lamento ter que concordar com muito do que este senhor diz.

Infelizmente, a dita elite nem para os seus filhos está a investir em educação de qualidade. Pois educação de qualidade não é apenas inscrever no colégio mais caro, mas sim partilhar com os filhos aquilo que não se aprende em mais lado nenhum, mas em casa: a empatia.
A falta de empatia da maioria dos angolanos de todas as classes sociais, a insensibilidade ao sofrimento do outro que vemos nos ricos e nos pobres, diz tudo sobre nós angolanos. Porque muitos dos que hoje governam, quando eram pobres também falavam assim. Basta subir na vida, estão-se logo nas tintas para os que ficaram na pobreza de onde saíram.

ESSA FALTA DE EMPATIA COLECTIVA É QUE EU NÃO ENTENDO.

Por outro lado, já começou no seio das famílias e da sociedade, a discussão sobre a possível sucessão presidencial onde cada um sugere um ou outro dirigente da sua preferência como o possível próximo PR…

Acho que Angola merece pessoas que sabem dialogar e pensar no colectivo e não apenas nos seus interesses e gestão de inimizades na hora de pensar país
Não é o que temos visto até agora.
Angola tem que ser dirigida por pessoas com espírito de PAZ e não com espírito de guerra.
JES apesar de todas as falhas sempre foi conciliador e apaziguador
Usava o seu poder para obrigar as pessoas a coabitarem e vivia gerindo rixas e resolvendo conflitos entre pessoas influentes de modo a pelo menos manter a paz no país
Os actuais nem isso estão a dar-se ao trabalho de fazer!
Os que estão em volta e os supostos acessores só sabem colocar lenha na fogueira!
É assim que se faz país?
Temos que repensar a nossa forma de olhar os dirigentes das instituições privadas e públicas de Angola.
Quando o assunto é capacidade de liderança, a pessoa mais competente tecnicamente sem empatia, sem capacidade de diálogo e de fazer concessões, chega a ser pior do que um analfabeto que se importa com os outros.
Não estou a dizer que este é um defeito de A ou de B, mas sim uma característica generalizada dos angolanos (salvo raras excepções): quando estão por baixo falam mal dos ricos e dos que têm poder, porém se chegam eles à elite, a maioria estão-se nas tintas para a dor dos que passam fome e dos que sentam na lata do lixo para estudar!
Eu nem preciso dar exemplo ou citar nomes, porque são quase TODOS!
Digam-me vocês quem são ou foram as excepções! Porque contam-se nos dedos os que demonstraram o oposto com as suas ações no dia a dia depois de ficarem chefes ou ganharem muito dinheiro.

Por Tchizé dos Santos

Em Agosto Tchize Dos Santos ajudou a UNITA para derrubar o MPLA plano fracassou a UNITA foi derrotada

Ler Mais em cnn

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *