Joel Leonardo Corrupto Presidente do Supremo gasta 280 mil euros em excursão

Publicidade
Joel Leonardo Corrupto Presidente do Supremo gasta 280 mil euros em excursão

Joel Leonardo Corrupto Presidente do Supremo gasta 280 mil euros em excursão

O Presidente do Tribunal Supremo Joel Leonardo decidiu gastar este ano, o valor de 280 mil dólares para a viagem de 15 juízes conselheiros e funcionários do Supremo à Lisboa para uma troca de experiências com os seus homólogos do Supremo Tribunal de Justiça português.

CORRUPTOS JOEL LEONARDO MANDOU DISTRIBUIR  8 MIL EUROS PARA CADA JUIZ

Para além das passagens, hospedaria e alimentação, o brigadeiro Joel Leonardo orientou a entrega de 8. 253 mil euros para cada juiz conselheiro. Para além destes conselheiros, fazem igualmente parte desta “ excursão judicial”, os secretários judiciais das câmaras do cível, contencioso administrativo, fiscal e aduaneiro e do trabalho. Os funcionários do grupo de apoio constam também da caravana.

A inédita “excursão judicial”, está a ser alvo de reparos e suspeitas de que o líder do supremo está viagem tenha sido a forma encontrada de Joel Leonardo de subtrair fundos públicos e ao mesmo tempo comprometer os seus colegas com a quantia de 8 mil euros para as ajudas de custos. Fontes próximas ao assunto ouvidas pelo Club-K, estimam que até ao momento, esta deverá ser a maior ajuda de custos que os juízes já receberam.

A “excursão” dos juízes foi incialmente anunciada em comunicado datado de 13 de Janeiro, dando conta que os mesmos iriam repartir-se em dois grupos sendo que o primeiro já seguiu para a capital portuguesa no dia 4 de fevereiro e com previsão de regresso no próximo dia 21. O grupo de Joel Leonardo deverá somente viajar no dia 3 de março, depois da abertura do ano judicial.

O portal do Supremo Tribunal de Justiça de Portugal (STJ) fez sair uma nota dizendo que a acção inclui o intercâmbio de procedimentos nas áreas jurisdicional e de gestão das instâncias judiciais supremas dos dois países.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *