A governação em Angola é uma comédia, dá- me muita graça

Medicamentos do MININT custam quase o mesmo que o combate à malária a governação em Angola é uma comédia, dá- me muita graça

A governação em Angola é uma comédia, dá- me muita graça, é gritante, uma trafulhice autêntica, existem poderes paralelos a competirem entre si, existe o governo com os seus ministros etc etc e depois existem também os outros poderes afectos ao presidente da república que também funcionam como governo e fazem concorrência ao governo, para ver quem manda mais, é tudo uma trafulhice, digo mesmo uma comédia.

Medicamentos do MININT custam quase o mesmo que o combate à malária 

O Executivo prevê gastar, este ano, em medicamentos, com o Ministério do Interior (MININT), pouco mais de sete mil milhões de kwanzas, quase a mesma verba atribuída ao Ministério da Saúde para fazer face ao Combate à Malária (7,5 mil milhões Kz), a principal causa de morte no País, com uma média de mais de 10 mil óbitos/ano, na sua maioria crianças e grávidas.

Se, por um lado, a proposta do OGE 2023 assinala que, no presente ano económico, a verba para a malária vai sofrer um corte de quase mil milhões Kz, por outro, o Novo Jornal observou que o dinheiro deste ano para o abastecimento logístico de medicamentos no MININT vai ser cinco vezes superior aos cabimentados no OGE 2021, em que estavam previstos pouco mais de mil milhões Kz, enquanto em 2022, para o mesmo fim, foram orçamentados 1,4 mil milhões Kz.

: Agora passamos a ter dois ministérios da saúde?? Porquê que o ministério do interior vai ter uma cifra desta tão alta para medicamentos semelhante ao ministério da saúde?

Medicamentos para o MININT porque? se quem tem atribuições para cuidar das questões de saúde é o Ministério da Saúde?

Este Eugenio Laborinho que roubou 67% do dinheiro para compra de cadernetas de passaportes e periculas ate hoje,nem foi feito uma sindicancia para mete-lo no banco dos reus,mesmo o sistema de assistencia de saude aos efectivos do ministerio do interior encontra-se virada pelas patas pra o ar,vai beneficiar de avultados milhoes de kwanzas ja nao temos duvidas sobre o destio da maioria do dinheiro ira para os bolsos do corrupto ministro Laborinho que tem feito do ministerio como sua lavra privada que lhe tem vindo a tornar-se um dos primeiro milhonario no seio dos membros do executivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *