JORNAL FACTOS DE ANGOLA CORRUPTOS EM ANGOLA Kopelipa roubou mais de 402 milhões de euros escondeu nos bancos em Portugal nao devolveu ao estado angolano nenhum Lwei

Kopelipa roubou mais de 402 milhões de euros escondeu nos bancos em Portugal nao devolveu ao estado angolano nenhum Lwei

Kopelipa roubou mais de 402 milhões de euros escondeu nos bancos em Portugal nao devolveu ao estado angolano nenhum Lwei post thumbnail image

Manuel Hélder Vieira Dias “Kopelipa”, ex-ministro de Estado e ex-chefe da Casa de Segurança da Presidência da República de Angola, crime de branqueamento de 402 milhões de euros.

O dinheiro deu entrada em Portugal nas contas pessoais do general Kopelipa, como também é conhecido, e em contas de sociedades offshore, para as quais tinha autorização de movimentação, entre setembro de 2006 e fevereiro de 2013.

Os documentos do processo 208/13, a que o factos de Angola teve acesso, revelam que as verbas deram entrada nas contas pessoais do general angolano e das sociedades offshore, muitas delas com sede nas Ilhas Virgens Britânicas, através de cerca de 160 operações financeiras em euros e dólares.

Dos 402 milhões de euros (verba que inclui a conversão de dólares em euros ao câmbio actual) sob suspeita, 304,4 milhões de euros entraram nas contas das sociedades offshores no BES e no BCP e 97,7 milhões de euros foram creditados nas contas pessoais do general Kopelipa no BCP, no Banco Privado Atlântico -Europa, no BES e no BIG.

Manuel Hélder Vieira Dias “Kopelipa” foi, durante a presidência do falecido José Eduardo dos Santos, um dos homens com mais poder em Angola: foi ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República. Em Portugal tem investimentos nas seguintes empresas: Colinas do Douro -Imobiliária, WWC – Wide Services Unipessoal e BIG.

Kopelipa conta-se entre que mais roubaram os cofres do estado angolano na era do regime de Jose Eduardo Dos Santos continua livre a esbanjar o dinheiro que pertence aos angolanos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Post