JORNAL FACTOS DE ANGOLA NACIONAL NOTA À IMPRENSA:SIC DETÉM CABECILHA DE TRÁFICO DE SERES HUMANOS

NOTA À IMPRENSA:SIC DETÉM CABECILHA DE TRÁFICO DE SERES HUMANOS

NOTA À IMPRENSA:SIC DETÉM CABECILHA DE TRÁFICO DE SERES HUMANOS post thumbnail image

SIC DETÉM CABECILHA DE TRÁFICO DE SERES HUMANOS E RESGATA SETE CIDADÃS VIETNAMITAS NUM RESIDENCIAL ONDE ERAM SUBMETIDAS A EXPLORAÇÃO SEXUAL

O Serviço de Investigação Criminal, através da sua Direcção Central de Combate ao Crime Organizado, em coordenação operativa com outros órgãos de Defesa e Segurança, desencadeou acções operativas num residencial que funcionava no interior de um Centro Comercial, sito no Distrito Urbano do Kikuxi, via expressa, sentido Zango/Benfica, que resultou no desmantelamento de uma rede criminosa, que se dedicava a prática dos crimes de tráfico de seres humanos, auxílio à imigração ilegal e Lenocínio, tendo sido detida em flagrante delito, uma cidadã Vietnamita, de 32 anos de idade, tida como a principal cabecilha.

Realçar que o SIC tem levado acabo há mais de seis meses, acções de prevenção e combate aos crimes de tráfico de seres humanos, sendo que a detenção da principal cabecilha ocorreu mediante um trabalho aturado de Investigação Criminal, voltados a uma rede de supostos criminosos que exerciam actividade de exploração sexual, consubstanciado no facto de recrutarem para Angola, sete cidadãs vietnamitas com idades compreendidas entre os 32 aos 46 anos, todas provenientes da cidade de Lao Cai, com vistos de turismo e de fronteira.

O SIC apurou que as vítimas eram atraídas com ofertas de trabalho normal como serviços de massagens e estética, estando em solo Angolano, eram mantidas como reféns e obrigadas a praticarem sexo a troco de dinheiro, onde os principais clientes eram cidadãos de nacionalidade Chinesa e Vietnamita, chegando na recepção deste residencial, os clientes escolhiam as vítimas por meio de imagens de um telemóvel e para usufruírem dos serviços prestados naquele recinto, pagavam um valor na ordem de Akz 30.000,00 por hora, sendo que essa rede criminosa usava também um sistema de pagamento por via de um aplicativo que permitia receber valores numa conta bancária domiciliada no Vietname.

Da verificação feita nos passaportes das vítimas, constatou-se que os vistos foram atribuídos no mesmo período, denotando que entraram recentemente no território nacional, por outro lado, na operação o SIC apreendeu 8 passaportes, 11 telemóveis, 22 caixas de preservativos, contendo cada 100 unidades e 340 preservativos avulsos.

A cidadã ora detida será presente ao Ministério Público para os ulteriores trâmites processuais, sendo que as vítimas serão encaminhadas para os órgãos afins para o devido repatriamento no país de origem.

GABINETE DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL E IMPRENSA DA DIRECÇÃO GERAL DO SIC, EM LUANDA, AOS 12 DE JULHO DE 2023.-

O DIRECTOR
MANUEL HALAIWA
SUPERINTENDENTE-CHEFE DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Post