JORNAL FACTOS DE ANGOLA Desporto Juventus excluída das competições europeias por um ano

Juventus excluída das competições europeias por um ano

Juventus excluída das competições europeias por um ano post thumbnail image

A equipa italiana terá também de pagar uma multa por violações ao fairplay financeiro. Por ter acabado em sétimo lugar do campeonato italiano, a Juventus ia participar na Liga Conferência.

Redação:Confidencial News

A UEFA baniu a Juventus de participar em competições europeias durante um ano, comunicou esta sexta-feira, alegando violações ao fairplay financeiro. A equipa italiana terá também de pagar uma multa.

A decisão da UEFA de excluir a Juventus das competições europeias para a temporada 23/24 surge devido a irregularidades financeiras no clube.

A Juventus vai ainda ter que pagar 20 milhões de euros de multa.

“10 milhões de euros são condicionais e só serão aplicados se as demonstrações financeiras anuais do clube para os anos financeiros de 2023, 2024 e 2025 não cumprirem os requisitos contabilísticos definidos no Anexo G dos Regulamentos de Licenciamento de Clubes e Sustentabilidade Financeira da UEFA”, lê-se no comunicado oficial.

Por ter acabado em sétimo lugar do campeonato italiano, a Juventus ia participar na Liga Conferência. Depois desta decisão a ‘Vecchia Signora’ fica de fora e vê a Fiorentina ocupar a vaga na competição.

Não é o primeiro

Na temporada de 22/23, a equipa de Turim já teria sido castigada com uma dedução de 10 ponto na Liga Italiana, no âmbito do denominado caso das mais-valias, em que é acusada de aumentar o valor de futebolistas para gerar maiores receitas nas transferências.

Inicialmente, a ‘vecchia signora’ tinha sido castigada com uma penalização de 15 pontos, contudo, posteriormente, o Colégio de Garantias do Comité Olímpico Italiano(CONI), órgão independente que é o terceiro e último nível da justiça desportiva italiana, decidiu suspender o castigo, enviando o caso para reapreciação.

A Juventus é acusada de ter aumentado o valor de mercado dos seus jogadores para obter mais benefícios com a sua posterior venda e a decisão judicial foi tomada quando faltavam duas jornadas para o fim do campeonato transalpino, deixando a Juventus muito longe dos lugares europeus.

A “Juve” aceitou os termos do acordo oferecido emanteve os 10 pontos perdidos na época que agora termina. Sem possibilidade de recurso, a decisão implica 718.240 euros para o clube e entre 10 mil e 47 mil euros de sanções pecuniárias a sete antigos dirigentes do emblema de Turim

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Post