Cazenga: Anciã Ema Carlos denúncia humilhação da Administradora Laurentina Jacinta do Distrito Urbano do Cazenga “em função de um litígio de serventia”

Litígio que envolve Ema Carlos, com um empresário vizinho, parece não ter fim. Na manhã de terça-feira, a família foi convocada para aparecer na sala de reuniões do Marco Histórico do Cazenga “foram mais uma vez humilhados pela administração do Distrito Urbano do Cazenga, na pessoa da Administradora Laurentina Jacinta“. Quando eram 10 h 00, como era previsto foram informados no local, (isto no Marco Histórico), que não haveria reunião com a família. O empresário quer uma parte do seu quintal, ou melhor serventia que se fala, porém Ema Carlos a proprietária do espaço, nega em ceder. Outrossim, o empresário usa a administração municipal, fiscais; com objetivo de demolir o quintal da anciã. favorecer o empresário. “Administração municipal do Cazenga usa os fiscais de forma violenta para intimidar a anciã juntamente com sua família” disse, o advogado. Recorda que Madalena Fernando Administradora Adjunta para Área Técnica “numa das reuniões onde havia convocado a família Ema Carlos, com um dos representantes do empresário, nem se quer os ouviu, pois pediu de imediato que fossem ao local. Tudo arquitetado, quando foram para o espaço, a anciã conta que Madalena Fernando orientou vários fiscais para demolirem o espaço. No fatídico dia, a Administradora para Área Técnica Madalena Fernando, usou as forças policiais, mandou prender o advogado. Tentamos contatar a administração para o contraditório, na pessoa do Divaldo Gomes, diretor de Comunicação Social foi nos dado a seguinte resposta: A Administração Municipal do Cazenga usando do seu direito de resposta em função da denúncia da cidadã Ema Lecticia João, por via de um áudio enviado ao portal Tv-Zinga, onde acusa administração do Cazenga de maus tratos, vem pela presente, esclarecer o seguinte: Antes de mais, lembrar à cidadã em causa, que a administração do Cazenga tem nova gestão. E o Estado enquanto pessoa de bem, a nova gestão do município tendo tomando contacto com as várias preocupações dos munícipes, por iniciativa, através do seu gabinete Jurídico convidou a cidadã em causa para ser ouvida e dar continuidade do tratamento do seu processo litígioso, acto este que não aconteceu por sobreposição de agenda, alterada em última da hora, facto que a administração reconhece. Nesta conformidade, a Administração do Cazenga reajusta a sua agenda para tão logo possível voltar a marcar o encontro, e aproveita para apelar a cidadã Ema Lecticia João, muita serenidade, prudência na forma de abordagem de assuntos da sensibilidade do género, pois, uma vez que quem a convidou ao encontro, foi a Administração, seria prudente a mesma recorrer à administração para entender as causas do cancelamento em detrimento de recorrer aos portais de notícia. Na mesma nota a Administração do Cazenga felicita a postura do portal Tv-Zinga, que tendo contacto com a matéria, previamente solicitou o contraditório da informação, conforme recomenda o exercício de um jornalismo responsável.Fonte:PORTALTVZINGA

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *