JORNAL FACTOS DE ANGOLA NACIONAL LUANDA POST ACUSADA DE PRATICAR JORNALISMO DE CHANTAGEM

LUANDA POST ACUSADA DE PRATICAR JORNALISMO DE CHANTAGEM

LUANDA POST ACUSADA DE PRATICAR JORNALISMO DE CHANTAGEM post thumbnail image

O jornal Luanda Post encontra-se no centro de uma polémica, após ter publicado uma matéria sem respeitar os mais elementares princípios do jornalismo e de violar os princípios deontológicos da profissão.

Na sua edição de segunda feira, 8 de janeiro, o jornal descreveu de forma inverídica a carteira de clientes da CV&A, uma consultora de comunicação corporativa, além de distorcer os termos da relação contratual desta com os meios de comunicação social angolanos e de atacar a imagem pessoal do seu fundador, com finalidade que facilmente pode ser percebida.

A relação da CV&A com os órgãos de comunicação é regida pela legislação angolana, fundamentando-se na transparência, isenção e na salvaguarda da liberdade de imprensa. Estes princípios são essenciais para garantir a e o profissionalismo no jornalismo. Além disso, ressalta-se a importância da capacitação profissional para o aprimoramento dos jornalistas, algo que tem sido um pilar no fortalecimento de muitos profissionais e seus órgãos em Angola.

Contrariamente a estas práticas, a matéria publicada pelo Luanda Post não observou o princípio do contraditório e da checagem, atropelando as regras fundamentais do jornalismo e causando descredito e vergonha à classe jornalística.

Fonte:TV24horas

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Post